terça-feira, 22 de maio de 2007

Mesmo longe
Você me chamava...
Sua presença ardia enlouquecidamente em meu peito.
No meio do deserto gelado,eu via seus olhos...
e tornava possível sua presença.
A chuva caia doce, deslizando nos vidros
Via minha imagem refletindo solitária cantando nossas canções para as rosas vermelhas...
Hoje, minha mente escreveu com meu sangue muitas palavras...
Palavras que a tinta não conseguiu alcançar por estar fora do meu próprio alcance
Renda negra na pele clara
Arte sombreada no corpo...
Meu perfume suave inventando lembranças
Sentimos saudades do que ainda não aconteceu, não é?
Nos lábios o vinho que aquece
O olhar se perde em meu próprio íntimo...
estava cercado por outros olhares...
e em momentos, não estava ali.
Agora, apenas uma única rosa na parede clara
Sussurrando poesias com a chuva...
Os lábios quietos
O coração pulsando nessa noite fria...
Uma canção me chamando
Uma canção me transportando no tempo
No meu mais profundo jardim imaginário
Uma canção me levando e me trazendo vc...

( este não é um trabalho meu, mas de minha linda princesa da escuridão Isa, a quem quero homenagear postando-o aqui!!!!! Beijos vermelhos e quentes, ISA!!!!)

3 comentários:

Danila disse...

Nem sei que dizer desse Poema...
simplismente:
PERFEITO
Até pedi pra Isa deixar eu postar no meu fotolog também!
Blog na Anna só tem Perfeição!
Amo as duas
Deusa e Princesa das Trevas!

Isabela disse...

Nossa.. hoje não vou dormir!!!
hahah... meu poema no seu blog... q fofo!!!

te adoro muito

.. beijos, beijos!

Anônimo disse...

Obrigado por Blog intiresny