sexta-feira, 11 de maio de 2007

" E exatamente quando eu estava enlouquecido pela sua ausência, pior, pronto para espancá-la num acesso de fúria, ela aparecia sem falta. Linda, dócil, deliciosa nos meus braços, a encarnação de toda poesia, o rosto que eu pintaria incessantemente se fosse Rembrant, o corpo exato que o súcubo assumiria para me conquistar por inteiro para o demônio"... Anne Rice ( A Hora das Bruxas, V1)

Um comentário:

Isabela disse...

...Não consigo retornar a ler esse livro sem ao menos retornar a ler esse trecho... é tão, tão envolvente e ...íntimo, é como se nos sugasse ao ler.. sem palavras!