segunda-feira, 5 de março de 2007

Momentos

A vida é resumida em momentos.
Não é uma massa homogênea de amor ou ódio, felicidade ou tristeza, vida ou tendência suicida... apenas momentos...

Poesias são momentos.

Talvez por isso vivo entre elas, talvez por isso muitas pessoas também escrevam.
É o único modo de expressão que possui o dom de metarmorfosear-se com a aquele que a lê.

Eu sou apenas momentos.

O que hoje amo, amanhã posso odiar. O que sou agora, depois posso deixar de ser, e em um instante seguinte, voltar a ser novamente.

Apenas momentos...

Apenas palavras em uma viagem além de tudo que podemos chamar de vida, desejo ou poesia...

E se você quiser... lhe proponho um beijo quente e nada mais...

2 comentários:

Danila disse...

"O que hoje amo, amanhã posso odiar. O que sou agora, depois posso deixar de ser, e em um instante seguinte, voltar a ser novamente."

Muito lindo Anna!
Beijo quente e sangrento?
tentador,hein!
kkk
Perfeito como tudo que vem de você!
Minha Deusa das Trevas

Isabela disse...

Nossa!!!

Muito lindo.. íntimo e verdadeiro
... para nós, não é?!!!