domingo, 8 de abril de 2007

Em meio a escuridão,
apenas seus olhos
e o leve brilho negro de quem mira o que não vê...
Mas o que seria possível algo
além desse vazio que nos engole?
A eternidade é um doce beijo que se esvai,
e apenas posso tê-lo em meus braços mais um instante....
E o único consolo que nos resta é saber que não existe "felizes para sempre",
mas que existem instantes como este,
onde sou apenas sua,
e seu amor é apenas meu....
E que mesmo que haja o amanhã e o dia não tarde a clarear,
ninguém poderá apagar o que vivemos ....
até que a "morte no separe"....

2 comentários:

Danila disse...

Nossa que lindo!
é Realmente temos que curtir os bons momentos ao maximo para que eles se tornem eternos!
Amei esse poema,posso botar no proximo post do meu fotolog?

Amo te Linda

Deusa das Trevas

Isabela disse...

A canção me envolve...
Meus olhos procuram conforto nesse lugar úmido...
Meu coração descandsa em um lugar sombrio e frio, sem ter para onde ir
...e quando fecho levemente as pápebras e retorno aquele sonho é que meu sangue se aquece.
O sonho que dorme junto com os anjos no jardim de rosas vermelhas
Onde a chuva tem o mais doce perfume
E os lábios gelados são tocados como as estrelas tocam o mar...
Minhas mãs tremulam quando abro os olhos e vejo o sonho esvair-se..ele só existe em mim
Meu sangue escorre por dentro e as imagens se transformam retorcidas no caos a redor
Desejo que anoite me leve em um sono profundo...deixando-me viver nesse meu mundo para sempre escuro...
nde nos sonhos vejo você...

Amo seu blog..lindos sentimentos
...um coração delator!

Amo-te..beijos minha rainha das trevas!